Saltar os Menus

Notícias

8 de Outubro de 2015

Svetlana Alexievich, Prémio Nobel da Literatura 2015

Svetlana Alexievich

Svetlana Alexievich

A jornalista, investigadora e ensaísta bielorrussa foi a 112ª. laureada e a 14ª. mulher a quem foi atribuído o maior Prémio

O fim do homem soviético - capa

O fim do homem soviético – capa

de Literatura do mundo.

Dos 259 candidatos propostos este ano, o Comité do Prémio Nobel, composto por escritores e académicos, selecionou 159, 36 dos quais nomeados pela primeira vez.

Nascida em 1948 na Ucrânia, Svetlana Alexievich viveu desde criança na Bielorrússia onde se licenciou-se em jornalismo, na universidade de Minsk. A par do seu trabalho como jornalista, notabilizou-se pela sua obra de não-ficção, na qual dá voz a milhares de testemunhos vivos: nas palavras do comité sueco, Alexievich foi escolhida pela sua «obra polifónica, um monumento ao sofrimento e à coragem no nosso tempo».

Traduzida em 22 línguas, a sua obra, largamente reconhecida na área da não-ficção, foi premiada com o Prémio da Paz Erich Maria Remarque, da Alemanha, em 2001, e o Prémio Nacional da Crítica, dos Estados Unidos, em 2006. Entre os seus livros traduzidos para o inglês, estão Zinky Boys: soviet voices from a forgotten war (1992), Zinky Boys: soviet voices from the Afghanistan War (1922), Voices from Chernobyl: chronicle of the future (1999) e Voices from Chernobyl: the oral History of a nuclear disaster (2005): Em Portugal, a Porto Editora publicou este ano o seu mais recente livro, O fim do homem soviético, que lhe valeu, em 2013, o Prémio Médicis Ensaio, e que foi considerado o «Melhor Livro do Ano» pela revista Lire.

A atribuição do Nobel da Litertura a Svetlana Alexievich representa uma exceção, dado que a Academia Sueca raramente premiou um autor que escrevesse predominantemente não-ficção. Tal aconteceu apenas com Theodor Mommsen (1902), Bertrand Russell (1950), Winston Churchill (1953), Jean-Paul Sartre (1964) e Elias Canetti (1981)

 

Esta notícia foi publicada em 8 de Outubro de 2015 e foi arquivada em: Prémios.

Comente esta notícia

Tem de iniciar sessão para poder comentar.