Saltar os Menus

Notícias

8 de Junho de 2018

23 Motivos para celebrar a leitura – 12ª edição CNL

De 11 a 25 de maio decorreu, em 23 bibliotecas municipais, a fase intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura (CNL) que selecionou alunos dos 4 níveis de ensino para a Final Nacional.

Tendo como objetivo estimular hábitos de leitura e pôr à prova competências de expressão escrita e oral, o Concurso Nacional de Leitura é também a celebração de uma festa da leitura pensada para jovens leitores.

Em cada Comunidade Intermunicipal e Área Metropolitana, foram convidadas bibliotecas públicas para organizar a fase intermunicipal do CNL, trazendo os livros para fora da escola, transformando o ato de ler numa festa e criando 23 motivos para celebrar a leitura.

Por todo o país, de norte a sul e do litoral ou interior, Águeda, Alandroal, Almada, Almodôvar, Amarante, Amares, Ansião, Fronteira, Guarda, Mação, Mogadouro, Monchique, Odemira, Oleiros, Penacova, Penalva do Castelo, Porto, Póvoa do Lanhoso, Rio Maior, Sernancelhe, Torres Vedras, Valpaços e Vila Nova de Cerveira foram, durante um dia, a capital nacional da leitura e “da arte de ler e de ler com arte”, como noticiado por algumas autarquias e imprensa local.

A DGLAB agradece a todos os municípios que acolheram esta fase intermunicipal e às Comunidades Intermunicipais ou Áreas Metropolitanas que apoiaram esta fase do concurso nas suas diferentes vertentes.

Queremos ainda destacar o trabalho dos 23 bibliotecários e bibliotecárias, dos muitos técnicos de biblioteca e das equipas locais que colocaram de pé esta fase do CNL. Mais uma vez, ficou evidenciando o papel das bibliotecas municipais na comunidade e o seu trabalho em prol da criação de hábitos de leitura e no desenvolvimento da competência leitora.

A capacidade organizativa e de envolvimento de 23 bibliotecas, a forma profissional, acolhedora e pró-ativa com que receberam professores, alunos e famílias e as competências técnicas para selecionar os livros, elaborar provas e criar dinâmicas que assinalem o ato de ler como algo que pode e deve ser celebrado, enquanto competência essencial ao exercício da cidadania, ficou bem marcada em cada final regional.

Quando em Portugal ainda existem 500 mil pessoas que não sabem ler ou que têm dificuldade em compreender o que leem, importa salientar o papel das bibliotecas públicas enquanto espaços de acesso fácil e gratuito ao livro e à leitura, mas essencialmente como espaços de fomento das literacias através da leitura.

No dia 10 de junho, no Cine-Teatro de Pombal, realiza-se a final nacional e termina a 12ª edição do Concurso Nacional de Leitura. Convidamos os bibliotecários e as bibliotecárias a estarem presentes para acompanhar e apoiar os alunos e utilizadores das suas bibliotecas!

Esta notícia foi publicada em 8 de Junho de 2018 e foi arquivada em: Notícias.
DGLAB